Pular para o conteúdo

Em todos os anos, o Governo Federal divulga a sua tabela de consulta PIS 2021 da Caixa Econômica Federal.  Este abono é muito importante para todos os trabalhadores que possuem uma renda considerada baixa. Confira agora como realizar a consulta PIS 2021.

É através desse valor que muitas famílias complementam sua renda e assim efetuam o pagamento das suas dívidas de forma mais folgada.

A seguir você terá acesso à todas as informações necessárias sobre a consulta PIS 2021 neste post!

Quem tem direito a receber o PIS 2021?

O PIS 2021 pode ser sacado pelos trabalhadores que já possuem cinco ou mais anos de carteira assinada e que tenham trabalhado em um determinado período do ano anterior.

Veja a seguir os principais requisitos que o trabalhador precisa para ter direito a receber o PIS 2021:

  • O trabalhador deve ser empregado em uma empresa jurídica, privada e com carteira assinada;
  • Ter cinco anos de cadastro juntos ao PIS (prazo mínimo para ter direito a esse benefício);
  • Ter recebido uma média mensal de até dois salários mínimos por mês no ano de 2017;
  • Ter trabalhado ao menos um mês no ano anterior ao pagamento do PIS 2021.

O preenchimento desses requisitos são de extrema importância, caso contrário, haveriam muitos outras classes de trabalhadores dando entrada neste benefício, sem precisar.

Confira a tabela do PIS 2021

Anualmente, o governo anuncia a tabela do pagamento do PIS tendo como base as indicações orçamentárias do Estado.

Confira abaixo a tabela ATUALIZADA do calendário divulgado para o ano de 2021:

Data Quem pode sacar
8 de janeiro Mulheres com 62 anos ou mais e homens com 65 anos ou mais
22 de janeiro Pessoas a partir de 60 anos com conta na Caixa e BB
24 de janeiro Pessoas a partir de 60 anos
A qualquer momento Aposentados, idosos com mais de 70 anos e herdeiros de cotistas falecidos

Conforme a data de nascimento de cada trabalhador, de acordo com o calendário do PIS 2021.

Confira e compare com a sua data da tabela atual para obter uma base.

Valor do PIS 2021

A regra para este programa social é de que o valor do PIS 2021 seja equivalente ao valor do salário mínimo atual.

Sendo assim, quem receber o benefício em 2017 terá o seu PIS no valor de R$ 937,00 e quem receber seu PIS no ano de 2021 terá o valor de R$ 1.002,70.

Consulta PIS 2021: Saldo e Extrato

A consulta do abono salarial pode ser feita de 2 (duas formas) através das agências bancárias ou lotéricas, onde o trabalhador poderá consultar seu saldo ou extrato levando apenas seu RG ou documento oficial com foto e o seu Cartão Cidadão.

O trabalhador poderá também consultar de forma ON-LINE através do site oficial da Caixa econômica Federal.

Informe o número do seu NIS (PIS/PASEP) e a sua senha cadastrada.

Caso você ainda não possua algum cadastro no site da Caixa, poderá fazer um rapidamente na opção “Cadastrar Senha”

Onde posso sacar o meu PIS 2021?

Quem for receber o PIS 2021 deve ficar informado sobre os locais do qual o seu abono poderá ser retirado.

O primeiro modo de receber o seu benefício é se dirigindo até uma agência da Caixa Econômica Federal e fazer uma solicitação para qualquer um dos funcionários liberarem a sua quantia.

Para isso, você deverá apresentar o seu RG ou outro documento oficial com foto e sem esquecer de apresentar também o seu Cartão Cidadão.

Outro modo de conseguir efetuar sua retirada do PIS 2021 é indo em uma casa lotérica de sua preferência.

Essa opção foi criada para facilitar a vida de quem precisa receber seu benefício.

Informamos aos nossos leitores que estaremos mantendo esta publicação atualizada e assim que houver informações novas, adicionaremos aqui.

A demissão é quando um contrato entre um trabalhador e uma empresa é encerrado. Essa ação pode partir por parte do emprego que não quer mais trabalhar na empresa ou quando o patrão não quer mais o empregado. Todos os tipos de situações envolvem ganhos e perdas. Saiba como funciona a demissão por justa causa, a situação mais séria.

Entendendo a demissão por justa causa

A demissão por justa causa acontece quando a empresa possui um motivo forte para remover o empregado. A falha foi do empregado que não cumpriu com sua parte do contrato ou não teve um comportamento condizente com as regras da empresa.

Para ser considerada justa causa pelas leis trabalhistas o motivo deve ser sempre justificado. Ele deve ir de encontro com as normas acertadas entre empresa e trabalhador e ser amparado pela lei. Um exemplo: chegar atrasado corriqueiramente. Se há um horário para ser cumprido a empresa pode demitir por uma falha constante. O mesmo vale para falhas não justificadas.

Mas o que seria um motivo não amparado pela lei? Quando as leis trabalhistas não amparam a prática da empresa. Imagine a situação de um empregado trabalhando seguidamente sete dias por semana por meses. Ele resolveu não mais manter a prática e foi demitido porque a empresa só quer pessoas que aceitem trabalhar os 30 dias sem folga.

Ele demitiu por justa causa porque isso estava em seu contrato. Contudo, a CLT – Consolidação das Leis de Trabalho, não se pode manter uma carga horária constante sem um dia de folga. A demissão pode acontecer, mas o funcionário deve ser reintegrado (se assim desejar) pelo Ministério do Trabalho e a empresa multada.

Direitos perdidos na demissão por justa causa

Quando a empresa tem seus motivos de demitir o funcionário ela deve sempre avisar antecipadamente. O aviso prévio pode ser de 30 dias antecipado ou pago em dinheiro para desligamento imediato.

Mas infelizmente o requerimento do seguro desemprego não poderá ser feito. O trabalhador que é demitido sem justa causa possui o amparo do INSS para receber salário por dois ou seis meses na tentativa de recolocação no mercado. Sendo demitido com justa causa ele perde esse direito.

Também perde o direito ao 13º salário. Não tendo completado os 12 meses seria recebido o proporcional aos meses trabalhados. De igual medida as férias não são pagas a quem é demitido por justa causa.

Demitido por justa causa pode recorrer

Mas ainda ficam direitos ao empregado mesmo tendo perdido o vínculo com a empresa. Um deles é de recorrer à decisão. Se o empregado não acha justo o motivo ou não condiz com o informado antecipadamente pela empresa, há como recorrer a decisão.

Uma das formas é buscar ajuda do sindicado da categoria. Os advogados do sindicato podem ajudar tanto a multar a empresa como reintegração do cargo. Ele pode voltar a ocupar a mesma função. O clima não será dos mais agradáveis, mas o justo é justo.

Também pode-se buscar ajuda sozinho com um advogado especialista na área trabalhista. Caso ele ganhe, mas não queira voltar mais à empresa receberá todos os valores devidos de seguro desemprego, FGTS e outros.

As inscrições Encceja 2021 podem ser feitas por todos os cidadãos que necessitam de certificação no Ensino Fundamental ou Médio. Se o aluno conseguir obter uma nota satisfatória, será possível receber a Certificação de Competências de Jovens e Adultos. Continue acompanhando as informações sobre as inscrições Encceja 2021.

Para os brasileiros, a certificação oferecida pelo Encceja 2021 é apenas do Ensino Fundamental, pois para o Ensino Médio já existe um exame direcionado para essa avaliação. Já para os brasileiros residentes no exterior, a certificação do Encceja poderá ser do Ensino Médio.

Quem pode fazer as inscrições no Encceja 2021?

Todo cidadão brasileiro que reside no país ou no exterior e que não teve condições de estudar no período regular de formação poderá fazer as provas do Encceja.

Cidadãos que estejam presos cumprindo alguma pena também poderão fazer este exame.

A única exigência feita pelo Governo é com relação à idade mínima dos candidatos. Confira a seguir:

  • 15 anos completos para o Nível Fundamental;
  • 18 anos completos para o Nível Médio.

Documentos emitidos com o Exame do Encceja

Quem não teve oportunidade de se formar no Ensino Fundamental ou Ensino Médio poderá fazer as inscrições Encceja 2021 e realizar o exame.

Com os resultados deste exame, é possível obter 2 tipos de documentos. Conheça a seguir:

  • Certificado: Documento que reconhece o cumprimento de todas as disciplinas do Ensino Fundamental pelo educando;
  • Declaração de Proficiência: Documento que declara o cumprimento de todas as disciplinas oferecidas e avaliadas pelo Encceja.

Passo a Passo para fazer as inscrições Encceja 2021?

As inscrições para este ano, serão realizadas entre 16 a 27 de abril. Para realizar sua inscrição no Encceja 2021, você deverá seguir as instruções abaixo:

Passo 1

Neste primeiro passo você deverá visitar o site oficial do Encceja → Clicando aqui e preencher todos os seus dados pessoais. Tenha em mãos o seu RG e CPF.

Passo 2

Você deverá responder Sim ou Não para atendimento especializado durante a prova (tradutor em libras, prova em braile, discalculia). Se responder “Sim”, você deverá informar o laudo médico.

Passo 3

Lactantes, gestantes ou pessoas que apresentam condições específicas deverão solicitar atendimento específico. Para os casos específicos, é necessário informar o CID da doença.

Passo 4

Agora, é necessário que você confira todas as informações que você preencheu sobre os seus dados pessoais.

Passo 5

Indique o nível de formação que deseja obter com o Encceja. Caso tenha mais que 18 anos, você poderá escolher o Ensino Médio para obter a formação mesmo que não tenha a formação completa no Ensino Fundamental. Se conseguir a pontuação mínima, obterá as duas certificações de uma só vez.

Passo 6

Se você não tiver a declaração de proficiência em alguma área específica, então deverá indicar qual prova gostaria de realizar.

Passo 7

Informe corretamente o Estado e a Cidade onde deseja realizar a prova.

Passo 8

Indique a instituição na qual emitirá o seu certificado ou declaração caso atinja a nota mínima. A dica é que você escolha uma instituição que esteja próxima a você.

Passo 9

Confira as informações sobre o local da sua prova, responda o questionário socioeconômico e preencha as suas informações de contato. Então, crie uma senha.

Passo 10

Depois de todas as informações prestadas, você verá a seguinte mensagem: “Inscrição Concluída com Sucesso”. Imprima esta confirmação.

Novidade para esta edição!

A partir deste ano todos os candidatos que faltarem em um dia de aplicação das provas, e não mostrarem uma justificativa de sua ausência através do sistema online, deverão pagar uma taxa ao fazer a inscrição novamente. O valor médio é de R$45,00.

redação Enem 2021 é importante para o aluno que deseja passar no exame. O candidato precisa ter conhecimento de como funciona a redação. Quer saber sobre a redação Enem 2021? Veja mais informações a seguir!

Enem 2021

Exame Nacional do Ensino Médio permite que os candidatos se classifiquem em cursos superiores. Através da prova é possível iniciar a graduação em faculdades e universidades federais.

Hoje o exame é organizado por meio do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

Ao fazer a prova o aluno pode garantir sua participação gratuita em alguns programas, como:

  • PROUNI – Programa Universidade para Todos;
  • SISU – Sistema de Seleção Unificada.

Requisitos para Redação Enem 2021

Para fazer a redação Enem 2021 o candidato deve:

  • Levar documento oficial com foto, preferencialmente o RG;
  • Cartão de Confirmação;
  • Levar lanches, água em sacolas transparentes;
  • Usar caneta esferográfica na cor preta de capa transparente;
  • Aguardar em sala de provas das 13h00min às 13h30min para iniciar as provas
  • Entregar o cartão resposta e a redação ao fiscal quando finalizar a prova;
  • Atender às orientações da equipe de aplicação durante a realização do Exame;
  • Caso leve o celular ou algum aparelho eletrônico, manter desligado dentro do porta-objeto.

Regras para ENEM 2021

Assim como na redação Enem 2021 para fazer o exame o candidato deve seguir as regras. Todas estas modificações foram publicadas no Diário Oficial da União. Veja o que é exigido:

  • Os candidatos vão ter 30 minutos a mais para fazer a prova do segundo dia. Pelo edital vão ser cinco horas para fazer a prova no segundo dia e cinco horas e meia no primeiro dia;
  • A prova vai ser aplicada em domingos seguidos e a distribuição vai seguir como tem sido apresentado;
  • A taxa de isenção deve ser feita durante a inscrição e passa ser realizada com antecedência na página do participante*;
  • Participantes com problemas logísticos durante a aplicação pode solicitar a reaplicação do exame em até cinco dias úteis após o último dia de aplicação.

Para informações mais completas, entre aqui, no edital oficial.

Temas Redação Enem 2021

Todos os anos os temas da redação Enem 2021 são atualizados conforme os assuntos que estão em pauta. No entanto, existem alguns assuntos que podem ser pedidos, são eles;

  • Soluções para o combate do preconceito;
  • Inclusão social de moradores de rua;
  • Soluções para o sistema carcerário;
  • Depressão e medidas para prevenir o suicídio;
  • Avanços tecnológicos e sua relação com o desemprego no Brasil;
  • Desafios da integração e da acessibilidade dos deficientes;
  • Mobilidade urbana sustentável.

Dicas e regras para Redação Enem 2021

Para fazer uma boa prova de redação Enem 2021 além de muito estudo é importante estar atento às competências. Para quem vai fazer a prova, veja a seguir nossas soluções:

  • Mantenha se atualizado: o candidato deve estar atento às notícias, jornais, rádio, TV, redes sociais e as discussões públicas;
  • Treinamento: para uma boa dissertação procure ter conhecimento sobre o tipo de linguagem utilizada. Escolha um tema e faça textos dissertativos;
  • Estude os temas anteriores: procure as redações anteriores do ENEM e treine para melhorar a sua escrita;
  • Criatividade: a criatividade é importante no desenvolvimento do texto. O objetivo é criar uma boa proposta para que seu texto tenha credibilidade;
  • Linguagem: não se esqueça de respeitar a Língua Portuguesa e evite usar gírias e coloquialismos.

Proposta Redação Enem 2021

redação Enem 2021 segue algumas exigências e cada uma vale 200 pontos totalizando 1000 pontos. Entre as propostas temos:

  • Domínio e respeito da língua portuguesa escrita;
  • Compreender o tema apresentado;
  • Conseguir organizar suas ideias;
  • Argumentação de qualidade;
  • Proposta de solução ao final da redação.

Com todas as dicas acima o candidato vai conseguir escrever uma redação de qualidade. Boa sorte!